Queijos Artesanais

Conheça nossa variedade escolhendo pelo tipo de leite, selecione abaixo.

Tipo Saint-Marcellin - 100g

Código Interno: 0261

Por: R$8,90

Em Estoque

De origem francesa, o Saint-Marcellin é um queijo de leite de vaca da região de Isère, antigamente produzido a partir de leite de cabra, sendo maturado por 2 semanas.

O Saint-Marcellin é um queijo mole de textura aveludada, e muito cremosa, cor amarela esbranquiçada e com casca coberta por mofos. Possui um sabor frutado e que lembra noses e cogumelos, e um aroma agradável.

O queijo Tipo Saint-Marcellin Serra das Antas é um queijo pequeno e redondo, com aproximadamente 8cm, e pesando 100g, com validade de 60 dias (2 meses).

Assim como todos os queijos, o Saint-Marcellin deve ser conservado refrigerado em temperatura máxima de 8°C.

Alergênicos: Contém Leite.

Não Contém Glútem.

Obs.: Este queijo possui sua denominação de origem protegida. Deste modo, por se tratar de um queijo produzido no Brasil, deve apresentar a denominação "Tipo" antes de seu nome.

De acordo com a lenda regional, o futuro Rei Luís XI, ainda um jovem homem, estava caçando um dia em 1445 quando se perdeu e se deparou com um urso gigante. Ele gritou por ajuda, e dois lenhadores vieram para resgatá-lo, levando-o para a cabine deles e o alimentando com pão e o queijo local. Saint Marcellin estava na mesa de Luís no Louvre em 1461, trazido pelo rei, e por 500 anos então tem sido conhecido como um “rei” entre queijos. 

O queijo é nomeado devido ao seu local de origem – Saint Marcellin, uma vila pacata no vale do rio Isère, que corre dos Alpes até o Ródano (Rhône). Está localizada a cerca de 100 quilômetros ao sul de Lyon, um lugar que pode ser facilmente visitado em uma viagem pelo sul da França.

Informação Nutricional (?)

83kcal . . . . . . . . . . . . . . 4%
0g . . . . . . . . . . . . . . . . . 0%
3,7g . . . . . . . . . . . . . . . . 5%
7,0g . . . . . . . . . . . . . . . 14%
4,9g . . . . . . . . . . . . . . . 22%
0 . . . . . . . . . . . . . . . . . . -
0g . . . . . . . . . . . . . . . . . 0%
194mg . . . . . . . . . . . . . . .8%
32mg . . . . . . . . . . . . . . . 3%

Tire-o da refrigeração e da embalagem meia hora antes de servi-lo, isto dará à massa a consistência adequada e liberará os seus melhores sabores. A temperatura ideal de consumo fica entre 18 e 22ºC.  

Seu pequeno formato é ideal para ser consumido com um fio de mel acompanhando saladas verdes e nozes. Numa tábua de queijos, pode ser combinado com Pont L’Évêque, Camembert de Cabra, Gorgonzola dolce, nozes e geleias de frutas cítricas.

Tem harmonização perfeita com vinhos brancos frutados.

Se preferir tinto, tente algum bem leve e frutado, com pouco tanino, como alguns do Vale do Loire, alguns Beaujolais ou algum Pinot Noir jovem e frutado como os da Alsácea, Champagne ou América do Sul, mas não invista muito nestas tentativas.

Possuindo um sabor mais acentuado, aroma marcante e uma massa macia e untuosa, combina bem com cervejas de malte torrado, devido ao seu presente amargor. Dê preferência às Ales, em especial as Pale Ales, Strong Golden Ales e Amber Ales, algumas cervejas trigo com sabor mais pronunciado, como algumas Weizenbier (ou Weissbier) ou uma Weizenbock ou mesmo uma Pilsner (ou Pilsen) mais encorpada.

Sempre o conserve refrigerado (entre 3 e 8°C). Quanto mais alta a temperatura de conservação mais rápida e intensa a maturação do queijo.

Após aberto recomenda-se consumi-lo em até 3 dias. Note que este produto não contém conservantes. Se necessário retorne o queijo no recipiente plástico, tampe-o e mantenha refrigerado.

Pode ser congelado sem problema, mas ao descongelá-lo a massa poderá se apresentar um pouco quebradiça. Depois de descongelado, consuma-o rapidamente, a conservação não é boa após o descongelamento.

Processando...